Tensão Pré-Menstrual

É comum as mulheres sentirem alterações físicas e psíquicas de intensidade leve no período pré-menstrual. Porém, existe um grupo onde esses sintomas são intensos e atrapalham suas atividades no trabalho e relacionamentos. Quando causa esse prejuízo nós consideramos que essas mulheres têm uma patologia chamada Síndrome de tensão pré-menstrual .
A tensão pré-menstrual é codificada na Classificação Internacional de Doenças (CID X) como N 94.3. Muitas pessoas, geralmente homens referem que isso é uma desculpa da mulher moderna. Na verdade é uma doença que foi descrita pela primeira vez como “tensão pré-menstrual” em 1931. Ou seja, não é uma doença dos tempos modernos .
Sua causa ainda é obscura.  Sabe-se que tem um componente de predisposição genética, alteração de neurotransmissores (especialmente serotonina), variação hormonal e alteração do SNC (eixo  hipotálamo – hipófise).
È importante  fazer o diagnóstico caracterizando os sintomas em grupos:
- Psíquicos: choro fácil, irritabilidade, redução da concentração, ansiedade, depressão, insônia ou hipersonia, choro fácil, sentimento de desesperança e dificuldade de memória.
- Comportamentais: redução da iniciativa, aumento do apetite, vontade de se isolar.
-Somáticos: dores musculares, edema, tonteira, cansaço e cefaléia .
Claro, que esses sintomas devem surgir e permanecer no período pré-menstrual. Se persistir durante todo o mês descartamos esse diagnóstico e investigamos outras patologias físicas ou psíquicas.
O tratamento consiste em drogas psicoativas (antidepressivos geralmente), controle do ciclo menstrual,complementos alimentares (vitamina e minerais), prática de exercícios e mudança de hábitos alimentares (redução cafeína,álcool,  ingesta de sal e açúcar).

Comentários

Postagens mais visitadas