MedidasTerapêuticas Praticadas pelos Pais de Crianças com TDAH


Depois de seu filho receber o diagnóstico de Transtorno de déficit atenção e hiperatividade (TDAH) é recomendado os pais tomarem algumas medidas.

- Ler bastante sobre TDAH. Pegue dicas de leitura com o profissional que atende o seu filho.

- É importante fazer uma autoavaliação. Lembre-se que TDAH é uma doença genética. É muito comum pelo menos um dos pais se dizerem parecidos em menor ou maior intensidade. Caso, isto aconteça, busque ajuda para você melhorar e poder ajudar mais o seu filho.

- Converse com a escola sobre o diagnóstico e o tratamento. Deixe o contato do profissional com a escola para que o professor possa tirar dúvidas de como lidar com o seu filho na sala de aula.

- Saiba que o seu filho tem dificuldade de se organizar. Ajude-o a se organizar e manter a sua organização. Não faça as tarefas por ele, apenas auxilie. Por exemplo, ao fazer o dever de casa, ele nunca acha o material que precisa. Ensine a organizar a sua escrivaninha, de forma que tudo esteja organizado e com fácil acesso.

- Saiba que seu filho tem facilidade em esquecer compromissos. Ajude a anotar os dados importantes numa agenda, como deveres de casa, provas, consultas, aniversários dos amigos e familiares. Não seja a agenda dele, auxilie a criar uma organização, e supervisione apenas.

- Fale com o seu filho olhando nos olhos dele. Se for criança pequena, se abaixe e fale.

- Fale devagar e com tranquilidade. Caso esteja gritando, chamará a atenção para o seu nervosismo e não para o que é dito.

- Se o seu filho não consegue parar de falar e não consegue aceitar interrupção, deixe falar. Ao terminar seu discurso diga que agora é a sua vez e que ele precisa ouvi-lo.

- Nunca continue falando quando o seu filho está na fase de que não consegue parar de falar. Isso apenas vai deixar ele mais distraído e você desgastado.

- Combine com ele que quando não conseguir que ele perceba que não está se controlando ao falar demasiadamente, sempre mostrará com um sinal. Por exemplo, com um levantar de mão.

- Fique atento ao que é desatenção ou birra. Por exemplo, pede para sempre fechar a porta do armário. Quando ele deixar aberto, não grite ou feche a porta, apenas o conduza para fazer. Isso deve ser repetido todas as vezes que se fizer necessário. Se for birra, ele não vai querer voltar para fazê-lo. Nesse caso repreenda ou coloque de castigo, como deve ser feito com qualquer criança.

- Se ele se distrai muito no banho, ajude determinando um tempo.

- Se ele perde a noção de tempo, coloque despertador ou celular para despertar.

- Se ele se perde no tempo com mensagens e facebook, perdendo o horário das suas atividades, determina horários para que possa falar com os amigos e ficar no faceboook após os deveres.

- Ajude com lembretes para que não esqueça das tarefas. Por exemplo, arrumar a mochila e separar o uniforme antes de dormir. Caso se esqueça, faça pensar. Diga o que é preciso fazer antes de dormir ou leia o lembrete.

- As regras da casa devem estar bem claras. Devem existir horários e funções bem definidas para a criança. Por exemplo, horário de fazer dever de casa, dormir e jogar vídeo game. Não pode ser cada dia de uma forma, é necessário manter a regra para ajuda-lo a se organizar na vida. A rotina é importante.

- Ajude seu filho a apender a arrumar o seu quarto. Muitas das vezes, é mais fácil arrumar por ele, mas é necessário ensiná-lo a arrumar cada cantinho do seu quarto. Você pode ajudá-lo, ou seja, fazer junto dele, ou ficar ao lado dele dizendo como deve ser feito.

- Saiba que nos momentos de birra não adianta gritar, o que só vai deixa-lo mais agitado. Seja firme e converse sobre os detalhes dessa situação, depois que tudo acabar.

- Sente com o seu filho cinco minutos e coloque as metas da semana. Registre o que precisa melhorar e o que você como pai pode fazer para auxiliá-lo nas tarefas.

- Crie uma lista com os principais objetivos que deseje melhora antes de começar o ano letivo. Também deixe registrado por escrito.

- Trace um plano para melhorar o ano letivo, como médias, organização, deveres de casa e cumprir horários. Prometa a ele que estará presente para ajudá-lo a cumprir o plano para melhoria.

- Sente com ele regularmente avaliando as propostas feitas. Veja o que vem melhorando e pontue com elogias e recompensas. Identifique o que não vem sendo cumprido e tente mostrar o que pode ser feito no dia a dia para melhorar.

- Sempre identifique as evoluções: elogie, elogie e elogie.

Comentários

Postagens mais visitadas