Diagnóstico Errado e Subestimado de TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade) no Brasil

O título desse post também foi o título da matéria publicado no Caderno de Ciências do jornal O Globo em dois de abril de 2013.

Apesar de inúmeros comentários em reportagens na TV, rádios, jornais e artigos na Internet, em que se afirma que no Brasil o número de crianças e adultos medicados com TDAH vem aumentando nos últimos anos, esse número ainda é muito abaixo do esperado. Ou seja, a venda de remédios no Brasil para esse transtorno está muito abaixo da prevalência das pessoas acometidas por esse diagnóstico na população brasileira.

Existe um estudo da USP que cita que 5,4% da população de indivíduos de 6 a 16 anos tem TDAH, mas apenas 2,5% dessas pessoas se tratam, incluindo o uso de remédios. Isso serve de alerta para que os profissionais de saúde, professores e pais fiquem atentos aos sintomas nesses jovens.

Vale a pena ler mais sobre TDAH nos nove artigos já publicados nesse blog nas seguintes datas:

05 de abril de 2011,
28 de maio de 2012,
03 de junho de 2012,
05 de junho de 2012,
06 de junho de 2012,
06 de julho de 2012,
17 de julho de 2012,
11 de dezembeo de 2012 e
13 de dezembro de 2012.

Comentários

Postagens mais visitadas