Discalculia

É um dos transtornos de aprendizagem que causa dificuldade na capacidade de compreender e manipular números. Essa dificuldade em Matemática não é uma preguiça da criança e também não é decorrente de dificuldade auditiva, visual ou de leitura. Pode se manifestar  como dificuldade com números, contas, em diferenciar direito e esquerdo, em distinguir o número maior e menor, em julgar a passagem do tempo, em ver horas em relógio analógico, em compreender um planejamento financeiro (mesmo de um orçamento doméstico) , de estimar medidas de um objeto ou distância e de manter uma contagem durante um jogo que esteja acompanhando. Esses sinais que podem ser identificados desde a idade pré escolar , quando a criança não consegue distinguir, por exemplo, que o número 10 é maior que o número 9 . Adultos também podem apresentar esses sinais.
Essas dificuldades , se não tratadas, tendem a causar uma baixa auto estima, ansiedade, dificuldade nas habilidades sociais, irritabilidade e uma fobia de matemática. Se sabe que é parcialmente hereditária, pois é comum um dos pais também apresentar sinais, só que em grau mais leve. Sabemos que 60% dos disléxicos podem ter associado a discalculia.
O tratamento consiste em terapia psicopedagógica  com exercícios neuromotores e neuropsicológicos, associados a jogos ou brincadeiras com matemática, que estimulam a área cerebral acometida. É importante o suporte psicoterápico ou às vezes a inclusão de medicação, para aliviar o quadro de ansiedade que acompanha esse quadro, junto ao apoio aos pais e professores.

Comentários

Postagens mais visitadas