A Importância do Sono das Crianças

O objetivo desse artigo é que os pais saibam da importância que o sono tem para os seus filhos, e resolvam suas dificuldades de coloca-los para dormir.

Escuto muito nos meus atendimentos pais que se sentem culpados quando seus filhos querem curtir com os pais à noite. Se colocarem eles para dormir estariam sendo pais ruins. Ouço muitos dos responsáveis que ficam longe o dia todo a frase “...ele só pede para ficar comigo e não consigo dizer não..”.
Lembre-se que seu filho é uma criança, ele não sabe o que é melhor para ele. Os pais é que devem definir qual será a melhor rotina para o seu desenvolvimento. A criança pede o que ela acha que vai ser mais legal para ela, não tem conhecimento de vida nem maturidade para discernir sobre certas coisas, ainda. Dando um exemplo extremo, se ele cismar que o melhor para ele é comer pipoca em substituição ao jantar, você deixaria?

Vejo na avaliação das crianças e adolescentes que cada vez mais eles dormem  mais tarde. Ou seja, cada vez mais os filhos dormem menos.

Em paralelo a visão de prejuízo que os filhos têm por dormirem menos, também existe um déficit no tempo  que os pais teriam para se organizar,  planejar e conversar (inclusive  sobre a educação de seus filhos, o que não deve ser discutidos na frente da criança). Já estão super cansados e se desdobram junto às crianças depois de um dia exaustivo. Isso também causa um impacto negativo na relação dos pais que acaba levando um aspecto negativo no relacionamento com os filhos.

Os pais devem se informar sobre o número de horas de sono recomendado pela Academia Americana de Pediatria, que pouco se diverge de outras sociedades médicas. Se você como pai está tendo dificuldade de dizer para o seu filho vá dormir, busque informações médicas sobre isso.

O guia refere que as crianças devem:
- dormir de 16 a 20 horas por dia quando o bebê tem até seis meses.
- dormir de 14 a 15 horas por dia quando a criança tem de 6 a 12 meses.
- dormir de 10 a 12 horas por dia quando a criança tem de 1 a 3 anos.
- dormir cerca de 10 horas por dia quando a criança tem entre 11 e 12 anos.
- dormir cerca de 9 horas por dia na adolescência.

Quando isso não ocorre você impõe ao seu filho as seguintes consequências:
- desatenção
- desânimo e desmotivação
- cansaço
- maior probabilidade de acidentes por distração e redução de reflexos
- desaceleração do crescimento
- irritabilidade e impulsividade
- baixa tolerância á frustração
- deficiência de memória
- aumento de pesadelos
- aumento de risco para obesidade
- aumento de risco para dislipidemia

É muito importante manter a rotina de dormir de seu filho. Para isso é preciso ter uma boa higienização do sono. Deve se reduzir as luzes da casa, falar mais baixo, buscar atividades relaxantes, descartas atividades que a deixam mais excitadas noite (vídeo games, correr pela casa, filmes de terror etc) e rotina no horário do banho, jantar e de deitar. São medidas que já funcionam para avisar ao cérebro que já está na hora de dormir e o sono chegar mais rápido . Não basta falar para a criança está na hora de dormir porque são “X” horas e pronto, deve se preparar a criança e o ambiente doméstico para que isso aconteça no horário desejado. Crie uma rotina de sono, seu filho merece esse cuidado.


Nesse blog existem dois artigos que são complementares a esse tema: “Sono das Crianças”, publicado em 9 de março de 2011, “Insônia” em 18 de março de 2011, e  “Meu filho não quer dormir na sua cama”, de 4 de outubro de 2011.

Comentários

  1. Excelente artigo,estou aprendendo cada vez mais.

    ResponderExcluir
  2. Priscila, que bom que gostou. Fico cada vez mais entusiasmada de saber que ajudei com esses artigos.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas