Anabolizantes: efeitos e dependência




Anabolizantes são hormônios sintéticos utilizados para aumentar a massa muscular, força física e resistência. Atualmente, devido ao culto ao corpo perfeito, tem aumentado muito o uso de anabolizantes. Essas pessoas desconhecem os efeitos negativos do uso dessas substâncias.
Os anabolizantes são encontrados na forma de injetáveis, comprimidos e cápsulas. Apesar do seu uso não ser recomendado no Brasil, eles vem sendo prescritos por profissionais de educação física, fisioterapeutas  e médicos.

Os principais efeitos colaterais são:
- acne
- aumento do pelo no rosto e corpo
- engrossamento da voz
-ciclo menstrual irregular
- redução do testículo
- redução da produção de esperma
- alteração de humor: euforia, irritabilidade, agressividade
- insônia
- redução da libido
- incapacidade de manter a ereção
- aumento da frequência cardíaca
- aumento da pressão arterial
- calvície
- limitação do crescimento pelo fechamento prematuro dos discos dos crescimentos ósseos em adolescentes
- aumento do colesterol
- hipertrofia do clitóris
- hepatoxidade
- problemas de tendão e ligamentos pelo desenvolvimento acelerado
- ginecomastia (aumento das mamas nos homens)
- super crescimento gengival

Os usuários passam a se tornar dependentes de seu uso. Eles ficam mais focados e felizes com o resultado de verem o seu corpo se transformando. Evolui para a dependência física e psicológica.

A Sociedade Brasileira de Medicina Esportiva refere que 80% dos usuários são homens entre 16 e 30 anos. Tem alto poder aquisitivo e boa escolaridade.

Aproximadamente metade dos pacientes, mesmo que já apresentem muitos efeitos adversos pelo uso de anabolizantes e serem alertados que precisam parar imediatamente, persistem no uso. Apesar de diversos artigos mostrarem que as mulheres não gostam de homens tão musculosos, esses homens continuam a usar anabolisantes e não se importam em se tornarem feios para a maioria. Consideram-se sempre mais bonitos a cada ganho de massa muscular.

O Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (CEBRID) revelou que o uso de anabolizantes aumentou 75% nos últimos seis anos no Brasil. É necessária a divulgação de informações sobre os efeitos de seu uso, combate a venda ilegal, que na maioria das vezes ocorre dentro da academia, além de alertar as famílias para orientarem seus filhos que cultuam muito o corpo e que vem ganhando rápido massa muscular.

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas