Quantas horas você dorme?


É fundamental que um adulto durma em média 8 horas de sono por noite. 
O sono não representa apenas um período em que o corpo descansa das atividades cotidianas. O sono representa o período que os neurônios entram em intensa atividade. Essa atividade é responsável pela memorização, pela liberação do hormônio do crescimento (nos adultos, retarda o envelhecimento celular), produção de insulina, reforço do sistema imunológico e regularização do sistema de temperatura. 
Com a correria do dia a dia, as pessoas têm dormido cada vez menos. Chegam à noite, buscam atividades que despertam o sono, como assistir TV e navegar na internet. Alegam não terem tempo durante o dia e que esse é o seu momento de lazer. 
Muitos não se alimentam adequadamente à noite. Comem grandes quantidades, abusam de comidas gordurosas, ricas em açúcares e carboidratos que atrapalham a qualidade do sono. 
Também há um aumento da ingesta alcoólica, o que também interfere muito na noite de sono. 
Sem a liberação dos hormônios de forma correta enquanto dormimos, aumenta-se o risco de ganho de peso, doenças cardiovasculares e envelhecimento precoce. 
Muitos pacientes comentam que não precisa das 8 horas de sono para ficar bem. É mentira. Ele pagará essa conta do prejuízo ao organismo com o passar dos anos. 
Outros afirmam não adiantar ir para a cama cedo porque já estão acostumados a dormir tarde.
Diante dos 100% dos casos devemos aplicar as seguintes medidas para potencializar e revigorar o sono: 
- Manter uma rotina de sono, ou seja, manter um horário fixo para dormir e acordar.
- Não cochilar durante o dia.
- Manter no quarto um ambiente agradável.
-Evitar TV, relógio, som e computador do quarto.
- Procurar jantar pelo menos duas horas antes de deitar, preferir pratos leves.
- Evitar ingesta de estimulantes (café, cigarro, drogas, chá, coca cola, chocolate).
- Deve-se pensar nos problemas e na agenda do dia seguinte antes de ir para o quarto.
- Deve-se evitar pensamentos durante o dia do tipo “será que vou conseguir dormir” pensando “Vou dormir o necessário para me manter bem”.
-Adotar técnicas de relaxamento. A mais usada é de tensionar e relaxar os grandes grupos musculares de modo seqüencial, atento às sensações de tensão e relaxamento.
- Não culpe todas as dificuldades durante o dia com a noite mal dormida, assim você acaba valorizando e reforçando a insônia em sua vida.
- Não coloque o sono como o tema central de sua vida.
- Vá para a cama apenas quando estiver com sono. Não leia, não assista TV, música ou computador. Esvazie o pensamento e boa noite de sono. 
Se essas medidas não resolverem o problema da noite mal dormida você deve buscar ajuda médica para a avaliação da insônia e tratamento adequado. 
Também Recomento assistir esse vídeo em que o profissional Reinaldo Erdman fala abertamente sobre a importância do sono:

Comentários

Postagens mais visitadas